•  A POBREZA NÃO TEM DE SER UM FIM PARA QUEM NELA VIVE
segunda-feira, 22 janeiro 2024 16:21

Cruz Vermelha Portuguesa: uma missão de inclusão que transforma vidas

Diariamente, colaboradores e voluntários da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) trabalham para proporcionar melhores condições que permitam às populações mais vulneráveis viver com dignidade. Nos últimos anos, foram apoiadas mais de 650 pessoas através de diferentes mecanismos de proteção internacional.

 

Desafios globais e resposta local

O aumento global no número de refugiados, requerentes de asilo e populações deslocadas é um desafio que não pode ser ignorado. Em Portugal, esta tendência crescente é evidente, com um aumento significativo nos pedidos de proteção internacional. A CVP tem estado na linha da frente, acolhendo e integrando pessoas migrantes, deslocadas ou refugiadas.

 

Compromisso e reconhecimento

Ao integrar o Grupo de Trabalho da Agenda Europeia para a Migração em 2015, a CVP corrobora o seu compromisso. Desde então, tem vindo a aumentar a capacidade de resposta no terreno, face às crescentes entradas no país, sendo reconhecida como a segunda organização da sociedade civil com mais acolhimentos, segundo o Relatório Estatístico do Asilo de 2022.

 

A nossa estratégia para a inclusão

A CVP está ativamente envolvida nesta missão, incorporando o trabalho humanitário com pessoas migrantes, deslocadas e refugiadas nas suas orientações estratégicas. Com 14 estruturas locais integradas no programa de acolhimento é evidente o empenho em criar parcerias e construir um futuro mais inclusivo para todos.

 

Política das migrações

Para orientar esta ação, a CVP desenvolveu uma Política das Migrações que atende às necessidades e vulnerabilidades das pessoas migrantes, comprometendo-se a apoiar os objetivos individuais, reconhecer direitos e estabelecer parcerias que aumentem a capacidade de resposta nesta matéria. 

 

Desafios e soluções para a inclusão

Reconhecemos os desafios da integração e estamos empenhados em encontrar soluções. Desde medidas de apoio ao mercado de trabalho até ao apoio psicossocial, passando pela promoção da língua portuguesa, na CVP trabalhamos diariamente para promover uma inclusão mais digna.

 

RIRA: Resposta Integrada para Requerentes de Asilo

A nossa resposta nacional a estes desafios é o projeto RIRA. Sob a responsabilidade da CVP, o RIRA contribui para a integração social e profissional de beneficiários ou requerentes de proteção internacional. Financiado pelo Fundo Asilo, Migração e Integração (FAMI), o projeto é executado em sete estruturas locais de norte a sul do país.

 Consulte informação sobre financiamento na ficha de Projeto, aqui. 

 

Juntos na construção de um futuro mais inclusivo

Ao acolher pessoas refugiadas em diferentes programas, a CVP coloca cada pessoa no centro da sua abordagem, com planos personalizados e adaptados a cada necessidade.

Anna enfrentou o terror dos conflitos na Ucrânia, deixando tudo para trás em busca de um novo começo em Portugal. Mohammad, um jovem afegão com o sonho de vir a ser um lutador de boxe, desafiou a própria sobrevivência para encontrar esperança e crescimento no seu caminho para a Europa.

     Conheça MAIS SOBRE estas duas histórias incríveis aqui    

 

 

 


Partilhar
Powered by jms multisite for joomla